segunda-feira, 2 de julho de 2012

Componente de Coca é considerado cancerígeno


A venda do refrigerante Coca- Cola está ameaçado na Grã- Bretanha, após ativistas contestarem um dos componentes da bebida. O produto químico encontrado na coloração caramelo, que dá cor ao refrigerante, é o grande responsável, podendo estar relacionado ao câncer, de acordo com o jornal britânico Daily Mail.

O produto químico é chamado 4-metilimidazol (4-MI) e já teve seu nível diminuído no processo de fabricação da Coca- Cola na América, no entanto, a medida não foi acatada em outros países, onde o produto apresenta picos de venda, como na Grã- Bretanha.

No país a quantidade de 4-MI encontrada na bebida é de 135 microgramas, valor 34 vezes mais alto do que o 4 microgramas encontrado no refrigerante dos Estados Unidos. Esses valores foram levantados pelo grupo americano Center For Science in The Public Interest em parceria com uma campanha sobre alimentação infantil no Reino Unido.

Foi constatado que reações químicas entre o açúcar e a amônia resultam na formação do 4-MI, apontado como causador de câncer em testes de laboratórios feito com ratos. Os resultados da pesquisa serão publicados no Internacional Journal of Occupatinal and Enviromental Health.

Fabricantes indicam que é possível obter uma coloração caramelo totalmente livre do componente, embora seja quatro vezes mais caro. O número maior do nível do componente na Coca- Cola é encontrado na China, com 56 microgramas e no Brasil, com 267 microgramas

Especialistas californianos afirmam que o consumo regular de 4-MI em 30 microgramas causaria câncer em uma a cada 100 mil pessoas. 

A Coca-Cola nega que o componente cause algum risco à saúde humana. No Reino Unido, as autoridades disseram que irão mudar o componente, mas ainda não colocaram a ação na agenda.  




Um comentário:

  1. Questionável. A mesma substância pode ser anti cancer tb

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...